Como Conheci a Doutrina

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Como Conheci a Doutrina

Mensagem  Jorge_Murta em Ter Out 09, 2012 4:54 pm

Bom, sou o idealizador do Forum Espiritismo Com Profundidade, o qual espero que seja um espaço democratico em que as pessoas possam expor suas idéias com base na codificação ou pelo menos que pareçam lógicas a quem leia e não com achismos pessoais.

Quanto a mim, eu sempre fui questionador e creio que isso me imunizou um pouco contra idéias anti-doutrinárias, pois aos 19 anos quando me tornei espírita, o primeiro livro que comprei foi o Livro dos Espiritos e o li de uma maneira pouco usual, pois em vez de ler perguntas e respostas direto, eu lia primeiro uma pergunta e tapava a resposta dela e pensava qual seria pra mim a resposta mais logica e nao em todas, mas quando eu destapava a resposta via que a do livro era bem parecida com a conclusao que eu tinha chegado (a do livro era mais completa, claro). Assim, quando tomei contato com livros como Nosso Lar, eu já estava de certo modo, imunizado, pois a lógica e o bom-senso de Kardec e da doutrina, tomados como base me ajudaram.


avatar
Jorge_Murta
Admin
Admin

Mensagens : 27
Data de inscrição : 20/09/2012
Idade : 54

http://espiritismocomprofundidade.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Saí do movimento e das casas espíritas para me tornar de fato um espírita.

Mensagem  Marcelo J da Silva em Qui Out 18, 2012 1:22 pm

No ensino médio e superior eu ouvia muito falar em Espiritismo como sinônimo de reencarnação, mas para mim era algo místico relacionado à astrologia e à numerologia. Só mais tarde, em 1996, quando eu entrei em depressão e usei de diversos recursos místicos, inclusive alguns desonestos, e que me veio em mãos por uma antiga vizinha um livro básico de Espiritismo, cuja autoria era de Pedro Barbosa. A partir daí comecei a fazer parte do movimento espírita e participar de muitas reuniões e ler os livros da codificação. Mas de inicio, por pouca experiência e influencia de pessoas mais antigas, eu ainda não era um critico e não percebia as falhas do movimento.

Quando comecei a participar das comunidades de internet, na época em que eu achava que o Espiritismo era uma religião e fazia críticas sem fundamentos ao ditos ortodoxos, eu comecei a ler mais os livros da codificação, e percebi as falhas do movimento, sem contar com a enorme leitura de artigos e de sites que falavam do movimento espírita e a pureza doutrinária, e isso não tem nem 5 anos. A partir daí comecei a ver muitas falhas doutrinárias dentro das casas espíritas, coisa absurdas quando se trata de desvio da doutrina. Saí do movimento e das casas espíritas para me tornar de fato um espírita.

Marcelo J da Silva

Mensagens : 25
Data de inscrição : 18/10/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum